.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tens os Olhos de Deus

. Agora Nunca é Tarde

. Os dois pretitos da minha...

. Ultimatum

. A noite Alastra

. Naufrágio do navio-motor ...

. Terra, Vida, Saber, Ser.

. Negrume de fogo

. Aventais Bordados

. Mulheres do mar.

. Quem és tu?

. República

. Dia mundial do sorriso

. População em sobressalto

. Panama Papers

. Mãe

. O vento sopra do Sul

. Retimbrar Voa Pé (cá fora...

. Jealous whores

. Acorda, Humanidade!

. Crise, qual crise?

. Aluguei o sótão a um inqu...

. High Hopes

. Vermelho Erectus ...

. Jesus Christ Superstar - ...

. Sem à dita de Aquiles ter...

. Ser ou não ser

. Novo endereço

. Led Zeppelin

. Poesia de Eunice Pimentel

. E o jornalismo de investi...

. Mondego

. Homens à Beira-Mar

. Ser decente

. Balada astral

. Dez réis de esperança

. Morreu Nelson Mandela

. O Associativismo

. Walk on the Wild Side (in...

. AbraMia

. Sua solidão nos fosse can...

. Isto é sempre o mesmo ......

. O ser emocional ...

. Hilotas e periecos

. Criança balança na pança ...

. The Loner

. Fado Loucura

. A melodia dos Deuses

. Porque

. TOBIAS - photografer (02)

.arquivos


.Pescadores, Cédulas marítimas

.tags

. todas as tags

painel06
... algures na costa portuguesa mesmo a sul da foz do rio Mondego. Era, como se dizia então, um bom pesqueiro. Havia fartura de pescado e as artes, ainda novas e de não fácil manuseio, vinham carregadas até á vergueira de espécies saltitantes e ...
corda01
Quinta-feira, 21 de Abril de 2016

População em sobressalto

A população de S. Pedro, Cova-Gala em sobressalto.

A extinção da sua extensão de saúde.

Sou filho, neto, bisneto e, até onde a memória alcança, descendente dos antigos pescadores de Ílhavo que, um dia procuraram abrigo nestas dunas, neste mar, que os sustentou, lhes deu vida e perspetivas de futuro.

E sempre deram de si o que lhes era humanamente possível dar.

Em nome da honra, da seriedade e do trabalho e, em não poucos casos, do sacrifício e da dor se entregaram ao mar e à sua terra.

A Figueira da Foz.

Ajudaram a dar-lhe forma, conteúdo e, principalmente, identidade.

De acordo com as nossas origens, somos gente do mar.

Por isso, talvez premiando a qualidade do seu labor, o Estado Novo, em 1959, entendeu dotar este povo com uma Casa dos Pescadores.

Sita na Rua Remigio Falcão Barreto, em lugar de destaque.

Nela e ao longo dos tempos este povo Covagalense teve sempre um apoio para a saúde e para a doença.

Foi sempre o seu Posto médico.

Ajudou, sempre ajudou, a consolar a míngua.

E é para estes, essencialmente para estes, que ele existe. Não é para quem pode ter seguro de saúde ou transporte para se deslocar para aqui e para ali. Para esses este não é um problema. Têm alternativa.

Mas os outros não!

E é em nome destes, dos que não têm alternativa, que têm reformas sociais e mínimas que devemos todos dizer; Não!

Não!

Não nos podem tirar o nosso posto médico.

E muito menos desta forma, ignóbil, através de um papel afixado na parede com indicações perentórias e definitivas.

Sem uma consulta, sem uma palavra, sem uma reunião.

Mas, há um ano, de forma menos correta, subrepticia e jogando com as palavras afirmaram que se não ia acabar com nenhum Centro de Saúde. Esquecendo deliberadamente (há quem pense que com má fé) as Extensões de Saúde, os Postos Médicos.

A simplicidade é fácil de ser enganada.

 

Sabem, senhores responsáveis regionais da saúde.

Nós vivemos, escolhemos construir e viver numa sociedade Democrática e Contributiva.

E ela é contributiva porque nós decidimos contribuir com uma percentagem do nosso trabalho, da nossa atividade para a manutenção da Dignidade Humana. E esta pressupõe que os mais desfavorecidos não fiquem entregues à sua sorte.

Nós tratamos deles.

Do mesmo modo que é fácil enganar a simplicidade não se admirem com a força do seu caráter e da sua indignação.

Tudo isto foi um erro, uma enorme prepotência.

Mas nunca é tarde para se emendar o erro.

Também aí, na emenda do erro se veem os grandes homens.

Deixem lá estar, sossegadinho, o Posto Médico da Cova-Gala.

 

João Pita,

cidadão da Freguesia de S. Pedro, Cova-Gala.

tags:
publicado por João Pita às 17:55
link do post | comentar | favorito
Caravela Sagres St MManuela e Creoula

.João Pita

gazelap-01