Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cova d'oiro

... algures na costa portuguesa mesmo a sul da foz do rio Mondego. Era, como se dizia então, um bom pesqueiro. Havia fartura de pescado e as artes, ainda novas e de não fácil manuseio, vinham carregadas até á vergueira

Cova d'oiro

... algures na costa portuguesa mesmo a sul da foz do rio Mondego. Era, como se dizia então, um bom pesqueiro. Havia fartura de pescado e as artes, ainda novas e de não fácil manuseio, vinham carregadas até á vergueira

corda01

Czardas

Sublime

HAUSER & Caroline Campbell

Hauser e Caroline Campbell interpretando Czardas de Vittorio Monti no concerto de gala "HAUSER & Friends" na Arena Pula, Croácia, agosto de 2018

Ivo Lipanovic, conductor Zagreb Philharmonic Orchestra

Tudo isto se resume ao Amor.

Ter um filho é uma bênção e uma alegria infinita.
Querer ter um filho é querer ser abençoado pela felicidade de dar vida a um novo ser humano que nos perpetuará enquanto Humanidade.
Tudo isto se resume ao Amor.
Nesta perspectiva, ter um filho não será somente uma benção, mas também uma obrigação. Um casal que equaciona e planeia ter filhos é uma normalidade na perspectiva da felicidade de si próprio e dos outros que lhe sobreviverão.
Quando circunstâncias fisicas e hormonais não permitem que tal aconteça o casal junta ao amor que os une a dor que os desassossega. Surge então a ciência que pula e avança permitindo, de entre outras coisas, crio preservar sêmen para que possa ser inseminado e, assim, através da procriação medicamente assistida proporcionar a uma mulher, consciente e adulta, a alegria infinita de ser mãe.
Isto a propósito do casal que de forma consciente e expressa entrou neste processo médico tendo, inclusivamente, o marido crio preservado o seu sêmen.
Quis o destino déspota e cruel em forma de cancro os separasse e não tivessem tido tempo para ter a alegria infinita de ter um filho.
Quer agora a viúva manter e continuar o projecto a dois e ser inseminada com o material genético do marido falecido.
Eis que os velhos "conceitos de vida e família", alicerçados em normas, venham a terreiro proclamar alto e bom som que tal não é possível.
Arrogam-se no Direito a torto e a direito o entendimento do vivo e do morto não percebendo que, assim, negam a esta mulher - melhor dizendo - a este casal a bênção e a alegria infinita de ter um filho.
Não percebem que para além das normas e regras instituídas
tudo isto se resume ao Amor.

Caravela Sagres St MManuela e Creoula

João Pita

painel06
painel06
painel06

Links

Identidade

Pescadores da Cova-Gala, *****Cédulas marítimas *. Videos

Videos

Músicas roladas n'areia

Viagens passadas

painel06

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2006
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.